top of page

Com 2,4 mil pacientes na fila, Fabio Luis questiona falta de fisioterapia no PAM

O vereador Fabio Luis (Republicanos) cobrou esclarecimentos da Prefeitura de Dourados a respeito da suspensão de atendimento de fisioterapia no PAM (Pronto Atendimento Médico).


A unidade é a única referência do município no atendimento de pacientes que necessitam de tratamento pelo Sistema Único de Saúde- SUS, para reabilitação das enfermidades ortopédicas. Ao todo, segundo dados do Sistema Nacional de Regulação, 2.400 pessoas aguardam pelo serviço em Dourados.


“É imprescindível a retomada dos atendimentos no local, para que não haja ainda mais prejuízos e sequelas para os pacientes que necessitam dos tratamentos necessários, acarretando ainda, perda de qualidade de vida e diminuição de produtividade profissional dos pacientes que precisam dos recursos ali oferecidos”, afirmou Fabio Luis em documento destinado ao prefeito Alan Guedes e ao secretário municipal de Saúde Edvan Marcelo Morais Marques.


Para o parlamentar, suspender o atendimento em fisioterapia implica no impedimento dos pacientes a voltarem para suas rotinas normais. Muitos, em decorrência de traumas simples, mas que exigem acompanhamento profissional, acabam impedidos de trabalhar e levar o sustento para a família.


O requerimento protocolado pelo republicano questiona o porquê do não funcionamento do setor de Fisioterapia após a reforma realizada no PAM e ainda qual a previsão de retorno dos referidos atendimentos.

85 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page