top of page

Fabio Luis destaca relatório de auditores do Município que aponta indicadores de alerta na Funsaud

Na sessão ordinária desta semana, o vereador Fabio Luis (Republicanos) compartilhou com os colegas da Casa de Leis, uma análise sobre a apreciação de um relatório emitido por auditores da Secretaria Municipal de Saúde em que se avalia a situação da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados) durante os anos de 2017 e 2018.


O documento, com mais de 300 páginas, foi elaborado com o objetivo de nortear as ações dos então gestores de Saúde do Município no ano passado.




Durante discurso na tribuna, o vereador citou alguns pontos descritos no material, importantes para observação da nova gestão, sendo eles: sobrepreço na aquisição de insumos e serviços devido a recorrência de dispensa de licitações, pagamento de despesas sem comprovação fiscal e até contratação de prestadoras de serviços médicos sem registro no Conselho Regional de Medicina.


A Funsaud atualmente apresenta um rombo financeiro avaliado em R$70 milhões. É ela quem administra o capital humano, estrutural e financeiro do Hospital da Vida e UPA (Unidade de Pronto Atendimento).


"Peço atenção especial dessa gestão, ao prefeito Alan Guedes e ao secretário municipal de Saúde Frederico Weissinger, a este documento, este relatório, feito por funcionários auditores da própria Secretaria Municipal de Saúde. Aqui já é um caminho para gente começar a ver tudo aquilo que está errado na Funsaud. Seja nas licitações, na sua administração, nas contratações, enfim, no modo de gestão que a fundação exerce nos dias atuais", concluiu o parlamentar.


O documento apresentado por Fábio Luis é público e está disponível no Sistema Nacional de Auditoria do SUS (Sistema Único de Saúde).


Foto: Assessoria CMD

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page