top of page

Fabio Luis lamenta déficit de recursos da Defesa Civil

O vereador Fabio Luis (Republicanos) expôs durante a Tribuna Livre, na 5ª sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Dourados, o déficit de recurso humano, financeiro e material da Defesa Civil. A fala do parlamentar ocorre em sequência do desastre registrado em temporal no início do mês de março.


O levantamento apresentado pelo vereador, obtido junto ao Portal da Transparência, detalha um corpo colaborativo de apenas quatro servidores, sendo que um deles é cedido pela Guarda Municipal para a coordenação da Defesa Civil.


A folha salarial, incorporada pelos outros três servidores, totaliza uma despesa bruta de R$11.883,52. O maior salário é de R$7.608,84, enquanto a menor remuneração é de R$1.700,00.

A Lei Orçamentária Municipal, aprovada para execução de despesas durante o ano de 2022, prevê um valor total de R$240.500,00 disponíveis no Fundo Municipal da Defesa Civil, uma média de R$20.041,00 por mês.


"O orçamento disponível para a Defesa Civil não permite investimentos, seja em veículos, equipamentos, EPI's [equipamento de proteção individual] e até mesmo para aumentar o efetivo da entidade. Então deixo registrado meu apreço a essas pessoas, que estão na rua estendendo a mão e ajudando as famílias que estão precisando. Peço então aos colegas e ao Executivo Municipal que possamos ter um olhar mais atencioso à Defesa Civil, de forma que ela possa estar equipada e ser valorizada diante da grandiosidade do trabalho que ela presta à comunidade", afirmou Fabio Luis.


O parlamentar comparou os dados da Defesa Civil com os indicadores do gabinete do prefeito Alan Guedes (PP), demonstrando um distanciamento significativo entre as estruturas da administração municipal.


DESASTRE APÓS TEMPORAL


Dourados registrou chuva intensa no primeiro dia de março, resultando em pontos de alagamento e de prejuízos diversos à população, especialmente a mais vulnerável residente em regiões carentes da cidade.


Ainda segundo balanço da Defesa Civil, cerca de 100 árvores caíram em vários locais, interrompendo a iluminação pública e gerando transtornos aos bairros. A situação mobilizou esforços conjuntos da Defesa com apoio da Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros.


Voluntários civis também auxiliaram nos trabalhos, entre eles o vereador Fabio Luis que esteve nas principais avenidas ajudando na desobstruindo das vias prejudicadas.

26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page