top of page

NOTA DE ESCLARECIMENTO À PUBLICAÇÃO DO JORNAL FOLHA DE DOURADOS

Nesta semana, como sempre fiz, atendi uma solicitação do jornalista José Henrique Marques que me entrevistou à respeito da CPI da Covid-19 em curso na Câmara de Vereadores de Dourados. Por ser presidente da comissão, José Henrique destinou a mim a responsabilidade de esclarecer suas dúvidas. Todas as respostas para cada questionamento foram dadas de forma clara, verdadeira e transparente. Emitidas integralmente por mim mesmo. Assim, afirmo que não preservei nenhum fato, nem mesmo me eximi daquilo que me cabe como parlamentar e condutor dos trabalhos da CPI. Lamento que através de nota prévia sobre a entrevista, na qual ele supõe que estou fazendo vistas grossas a possíveis erros da atual gestão no gasto de recursos para enfrentamento da pandemia. O jornalista sabe que a CPI foi aberta para investigar atos da gestão passada, também tem ciência de que não estamos medindo esforços para conduzir todas as análises de forma justa, imparcial e transparente com a população. A imprensa é um meio eficiente de cumprimento da lei. Fiscaliza, noticia, registra a história. A imprensa tem também papel de análise dos fatos, de repercutir o desenrolar dos acontecimentos, mas sobre todas as coisas está pautada na verdade. Aproveito para ressaltar que os procedimentos até aqui realizados na CPI da Covid-19 estão seguindo em caráter sigiloso, como determina o Regimento Interno da Câmara de Vereadores. Fato este também esclarecido ao jornalista. Reitero meu respeito, cordialidade e total compromisso com os profissionais da imprensa. Fui eleito sabendo das minhas responsabilidades perante a opinião pública. Não abrirei mão dos meus valores, nem permanecerei inerte a qualquer sinal de injustiça e dissonância no trato da coisa pública. Fabio Luis, vereador de Dourados pelo partido Republicanos. Dourados/MS, 08 de maio de 2021.

319 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page