top of page

Projeto de Fabio Luis que valoriza a vida desde o ventre é aprovado na Câmara



Foi aprovado por unanimidade o Projeto de Lei n°212/2023, de autoria do vereador Fabio Luis (Republicanos) que institui o Dia Municipal da Valorização da Vida do Nascituro. A iniciativa tem como objetivo promover a conscientização e a valorização da vida intrauterina, enfatizando os cuidados maternos durante o período da gestação.


O projeto visa destacar a importância da vida desde o momento da concepção, reforçando o compromisso do município com o respeito à vida, à dignidade e aos direitos do nascituro. A escolha do dia 8 de outubro para celebrar essa data está alinhada aos esforços globais de conscientização sobre a importância da vida intrauterina, sendo o mês de outubro internacionalmente reconhecido como o "Mês da Conscientização sobre a Gravidez e da Prevenção do Aborto".


O texto do projeto apresenta argumentos embasados em pesquisas médicas e científicas, destacando que a vida começa no momento da concepção, conforme estudos em embriologia e biologia humana. Além disso, ressalta que a promoção da valorização da vida do nascituro pode contribuir para a redução das taxas de aborto, através da conscientização sobre o desenvolvimento pré-natal e a humanidade do feto.


A proposta também enfatiza a importância dos cuidados maternos durante a gestação para a saúde e o desenvolvimento saudável do feto. A data estabelecida como o "Dia Municipal da Valorização da Vida do Nascituro" será uma oportunidade para promover a educação e conscientização da comunidade sobre os cuidados maternos durante a gestação, por meio de seminários, palestras e atividades.


O vereador Fabio Luis, autor do projeto, destaca que a iniciativa está alinhada com os valores e crenças de uma parcela significativa da comunidade, que acredita na importância de proteger a vida do nascituro e na promoção da maternidade consciente. Além disso, ressalta que o projeto está em conformidade com a legislação federal que estabelece a proteção dos direitos do nascituro.


A escolha do dia 8 de outubro, associado à ideia de infinito, continuidade e vida, envia uma mensagem simbólica de que a vida é um ciclo contínuo que merece ser valorizado desde o início. O projeto destaca ainda que investir em iniciativas pró-vida tem um impacto positivo na saúde pública e na coesão social, contribuindo para uma sociedade mais saudável e resiliente.


Diante das análises das comissões legislativas pertinentes, o projeto foi aprovado pelo plenário da Casa Legislativa, refletindo o apoio unânime dos vereadores à iniciativa que busca promover a conscientização sobre a importância da vida do nascituro e dos cuidados maternos durante a gestação.


O projeto vai agora para sanção do prefeito Alan Guedes (PP).

0 visualização0 comentário
bottom of page